História

 

quemsomos APAC SEDE (1) APAC SEDE (1)

APAC – Associação de Pais e Amigos de Crianças, é uma Instituição  Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, reconhecida de Utilidade Pública, constituída em 24 de maio de 1995. O seu principal objetivo consiste em promover ações de reabilitação, orientação, integração e apoio a crianças e jovens com paralisia cerebral, deficiências neuromotoras, com problemas de desenvolvimento e/ou em situação de risco, integrando atividades de orientação e apoio psicossocial, médico-funcional e terapêutico. Iniciou a atividade com a resposta social de Apoio Ambulatório (AA) direcionada a crianças e jovens dos 6 aos 18 anos, dos concelhos de Barcelos e Esposende. Em janeiro de 1998, inaugurou a resposta social de Intervenção Precoce na Infância (IPI), alargando a sua intervenção a crianças dos 0 aos 6 anos, com deficiência ou em risco de atraso de desenvolvimento. A 2 de agosto de 1999 é credenciada como Centro Especializado – Entidade Prescritora de Ajudas Técnicas – Diário da República nº 178 de 2 de Agosto – Despacho nº 14725/99.

APAC SEDE (4) APAC SEDE (5) 2014-08-04 14.08.14

Em setembro do mesmo ano, a APAC alargou a sua malha de intervenção e inaugurou o Casa de Acolhimento, equipamento social destinado ao acolhimento de emergência de crianças/jovens em situação de perigo. Em março de 2005, continuando a sua insígnia na área social, inaugura o serviço de atendimento e acompanhamento social, estabelecendo o protocolo de acompanhamento a beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI). Em 2006 foi criada uma nova resposta social, o Centro de Atividades Ocupacionais (CAO). Este equipamento social destina-se a desenvolver atividades ocupacionais para jovens e adultos com deficiência grave e/ou profunda, a partir dos 18 anos, com vista a estimular e facilitar o desenvolvimento das suas capacidades. Em dezembro de 2010, a APAC recebeu da APCER (Associação Portuguesa de Certificação), o Certificado de Qualidade, reafirmando assim, a posição de competência e credibilidade, que sempre ocupou na junto da comunidade. Em 2011, com a implementação do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância, a APAC é convidada a adotar uma nova forma de trabalho, no âmbito da Intervenção Precoce na Infância (IPI), integrando uma Equipa Local de Intervenção (ELI). Assim, converte-se em IPI – ELI7 (Equipa Local de Intervenção Precoce 7), que enceta a sua intervenção a crianças dos 0 aos 6 anos, abrangendo algumas freguesias de Barcelos e a totalidade do concelho de Esposende. Em 2012 é criado o Serviço de Intervenção Multidisciplinar (SIM), um serviço destinado ao apoio e intervenção de pessoas com doenças neurológicas congénitas ou adquiridas, problemas de linguagem, comunicação e fala e problemas psicológicos e/ou familiares, através do desenvolvimento de atividades de avaliação, orientação e intervenção, promovidas por uma equipa multidisciplinar.

centro de acolhimento temporário (3) centro de acolhimento temporário (4) FOTO CAT

Em 2013 são inauguradas as novas instalações do Casa de Acolhimento, um equipamento singular denominado “Casa dos Sonhos”. No mesmo ano é alargada a área de intervenção do protocolo do Rendimento Social de Inserção. Em janeiro de 2015, é alargado o acordo do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO).